• Para os apaixonados por leitura, ter um cantinho confortável da casa destinado a isso é algo muito prazeroso. Cobertor quentinho, chá e um bom livro já são ótimas combinações neste inverno, mas, para deixar o momento ainda mais relaxante, nada melhor do que o ambiente estar bem decorado.

    Para isso, separei alguns itens para tornar o seu recanto ainda mais acolhedor… e para encher os nossos olhos de amor. 

    LEIA MAIS
    Compartilhe
    0 Comentários
  • Em fevereiro deste ano, estive em São Paulo na tradicional feira da ABUP – Associação Brasileira das Empresas de Utilidades e Presentes, o maior evento de decoração da América Latina para lojistas, com cerca de 390 expositores trazendo as novidades do mercado.

    Eu venho participando da feira há algumas edições, mas esta foi muito especial. Na oportunidade, lancei a minha coleção de porcelanas, batizada com o simpático nome de Jardim Encantado. A coleção é dividida em duas linhas, a Flor de Cerejeira e Rosas. São peças produzidas e pintadas à mão, algumas desenhadas por mim, onde me dediquei inteiramente com muito amor.

    LEIA MAIS
    Compartilhe
    0 Comentários
  • Meus pais sempre me incentivaram o contato com a natureza. Tomei banho de chuva, de cachoeira, andei com os pés descalços, brinquei com os animais. Na minha casa, todos os aniversários eram celebrados com muito apreço e amor. Pela manhã, recebíamos café na cama e, pelas paredes, fofos cartazes desejando os melhores votos. Cresci em um ambiente em que demonstrações de afeto faziam parte do cotidiano.

    As flores e a mesa posta sempre fizeram parte da minha vida. Lembro que, quando criança, saía para colher as mais coloridas flores no jardim da minha avó e fazia dos arranjos a minha brincadeira. Minha outra avó me ensinou que uma bela mesa vai muito além de objetos bem colocados, que o amor deve transbordar aos olhos e que compartilhar uma refeição é um ato de carinho.

    LEIA MAIS
    Compartilhe
    1 Comentário
  • Uma mesa posta pensada com carinho e elaborada para surpreender tem o poder de arrancar aplausos da plateia. Ainda mais se você apostar em combinações inusitadas e compostas por itens exclusivos que prometem hipnotizar ao primeiro olhar.

     

    Quem me conhece sabe que eu tenho um apreço à “descombinação” geral. A ideia de trabalhar com cores ou texturas que em princípio remetem a sensação de que não funcionariam juntas, ou mesclar peças mais delicadas e femininas com itens pesados com uma pegada masculina, me encanta demais.

    LEIA MAIS
    Compartilhe
    1 Comentário